Conhecida como Mãe Rainha, Mãe Peregrina e Nossa Senhora de Schoenstatt. Expresse sua fé e devoção com essa linda peça! Saiba mais abaixo sobre a história de Nossa Senhora de Schoenstatt.

 

• Dados Técnicos: Tamanho: 2,5 cm. Pingente: 8mm. Banho: Ouro 18k. Camada de banho: 5mls | Garantia de 1 ano referente ao banho. Desenvolvido com tecnologia hipoalergênica (sem níquel) em todas as peças da marca Suzzure Joias.

 Imagem meramente ilustrativa, demais acessórios não acompanham o item principal.A cor real do produto pode haver variações de tonalidades referente a imagem.

 Sobre a marca: A Suzzure Joias é uma marca especializada em semijoias hipoalergênicas para o cotidiano, com peças de alta qualidade banhadas a Ouro 18k ou Ródio Branco. Sinta-se presenteada, elevando o seu poder feminino, sua beleza e autoestima.

 

• HISTÓRIA DA IMAGEM: Conhecida como Mãe Rainha, Mãe Peregrina e Nossa Senhora de Schoenstatt. A devoção a Nossa Senhora de Schoenstatt iniciou no dia 18 de outubro de 1914, quando o Pe. José Kentenich, ao ministrar uma palestra para os alunos do Seminário de Schoenstatt, na Alemanha. Recebendo a inspiração divina, ele convidou os alunos para rezarem a Maria e oferecerem sacrifícios a ela, principalmente pela educação.

 O pedido era para que a pequena capela da Congregação, na época consagrada a São Miguel, virasse um Santuário de graças, centro de um movimento de renovação que, mais tarde, se espalharia pelo mundo todo. Assim, a capelinha estaria destinada a se transformar em um lugar onde as glórias de Nossa Senhora se manifestariam, principalmente seus feitos como Educadora. O objetivo é a educação de um homem novo e a construção de uma nova sociedade.

 Na capelinha de São Miguel, que virou um santuário mariano, a imagem de Maria é uma cópia do quadro original que foi pintado pelo pintor italiano Crosio, do século XIX. No ano de 1915, a Virgem foi intitulada como "Mãe, Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt" (Mater Ter Admirábilis – Mãe Três Vezes Admirável). Título que, no decorrer da história, foi ampliado para “Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt”, e no Brasil, conhecida como "Mãe Rainha".

 A pintura por sua vez foi intitulada “Refugium Peccatorum”, que significa Refúgio dos pecadores. A coroação de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt tem uma longa história. Durante a II Guerra Mundial, em meados de 1939, o padre José Kentenich coroou a imagem no Santuário de Schoenstatt. Esse fato deu início a uma corrente de coroações na Obra de Schoenstatt.

 Schoenstatt (que significa Belo Lugar) faz parte da cidade de Vallendar, perto de Coblença, situada na margem do Rio Reno, na Alemanha. Antecedendo e sucedendo esse acontecimento vai-se formando a espiritualidade animada pelo Padre José Kentenich. Como ele também morava nesse local, ficou como referência a espiritualidade ali surgido.

 A palavra significa “belo lugar”. Com o tempo tornou-se um local de intensas peregrinações, realizando uma “profecia” do próprio Pe. Kentenich àqueles jovens da primeira geração. Ele queria fazer daquele lugar um lugar de grandes peregrinações e que as pessoas que ali chegassem para rezar sentissem como se estivessem no Tabor: “Aqui é bom estar.”

 

 Sobre a tradição das visitas ao lar: Inúmeras réplicas da capelinha de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt percorrem as casas dos fiéis e existem milhares relatos de graças alcançadas por quem a recebe em casa ou peregrina aos santuários de Nossa Senhora de Schoenstatt espalhados pelo mundo. A Mãe e Rainha concede para aqueles que a visitam nos santuários a tríplice graça: a graça da transformação interior, a graça do abrigo espiritual, e a da fecundidade apostólica.

 

Oração à Mãe e Rainha: “Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável. Mostra-Te Mãe na minha vida. Toma-me nos Teus braços, toda vez que sou frágil. Mostra-Te Rainha e faz do meu coração o Teu trono. Reina em tudo o que eu fizer. Eu Te corôo como Rainha dos meus empreendimentos, dos meus sonhos e dos meus esforços. Mostra-Te vencedora no meu dia a dia, esmagando a cabeça da serpente do mau, nas tentações que me afligem. Vence em mim o egoísmo, a falta de perdão, a impaciência, a falta de fé, de esperança e de amor. Tu és Três Vezes Admirável. Eu sou mil vezes miserável. Converte-me Mãe, para a glória de Teu Filho Jesus. Amém.

 

Fonte: Adaptado de Mãe Peregrina.Org e Cruz Terra Santa.

Brinco Argolinha Mãe Rainha Schoenstatt com Zircônia - Ouro 18k

R$49,90
Brinco Argolinha Mãe Rainha Schoenstatt com Zircônia - Ouro 18k R$49,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Conhecida como Mãe Rainha, Mãe Peregrina e Nossa Senhora de Schoenstatt. Expresse sua fé e devoção com essa linda peça! Saiba mais abaixo sobre a história de Nossa Senhora de Schoenstatt.

 

• Dados Técnicos: Tamanho: 2,5 cm. Pingente: 8mm. Banho: Ouro 18k. Camada de banho: 5mls | Garantia de 1 ano referente ao banho. Desenvolvido com tecnologia hipoalergênica (sem níquel) em todas as peças da marca Suzzure Joias.

 Imagem meramente ilustrativa, demais acessórios não acompanham o item principal.A cor real do produto pode haver variações de tonalidades referente a imagem.

 Sobre a marca: A Suzzure Joias é uma marca especializada em semijoias hipoalergênicas para o cotidiano, com peças de alta qualidade banhadas a Ouro 18k ou Ródio Branco. Sinta-se presenteada, elevando o seu poder feminino, sua beleza e autoestima.

 

• HISTÓRIA DA IMAGEM: Conhecida como Mãe Rainha, Mãe Peregrina e Nossa Senhora de Schoenstatt. A devoção a Nossa Senhora de Schoenstatt iniciou no dia 18 de outubro de 1914, quando o Pe. José Kentenich, ao ministrar uma palestra para os alunos do Seminário de Schoenstatt, na Alemanha. Recebendo a inspiração divina, ele convidou os alunos para rezarem a Maria e oferecerem sacrifícios a ela, principalmente pela educação.

 O pedido era para que a pequena capela da Congregação, na época consagrada a São Miguel, virasse um Santuário de graças, centro de um movimento de renovação que, mais tarde, se espalharia pelo mundo todo. Assim, a capelinha estaria destinada a se transformar em um lugar onde as glórias de Nossa Senhora se manifestariam, principalmente seus feitos como Educadora. O objetivo é a educação de um homem novo e a construção de uma nova sociedade.

 Na capelinha de São Miguel, que virou um santuário mariano, a imagem de Maria é uma cópia do quadro original que foi pintado pelo pintor italiano Crosio, do século XIX. No ano de 1915, a Virgem foi intitulada como "Mãe, Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt" (Mater Ter Admirábilis – Mãe Três Vezes Admirável). Título que, no decorrer da história, foi ampliado para “Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt”, e no Brasil, conhecida como "Mãe Rainha".

 A pintura por sua vez foi intitulada “Refugium Peccatorum”, que significa Refúgio dos pecadores. A coroação de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt tem uma longa história. Durante a II Guerra Mundial, em meados de 1939, o padre José Kentenich coroou a imagem no Santuário de Schoenstatt. Esse fato deu início a uma corrente de coroações na Obra de Schoenstatt.

 Schoenstatt (que significa Belo Lugar) faz parte da cidade de Vallendar, perto de Coblença, situada na margem do Rio Reno, na Alemanha. Antecedendo e sucedendo esse acontecimento vai-se formando a espiritualidade animada pelo Padre José Kentenich. Como ele também morava nesse local, ficou como referência a espiritualidade ali surgido.

 A palavra significa “belo lugar”. Com o tempo tornou-se um local de intensas peregrinações, realizando uma “profecia” do próprio Pe. Kentenich àqueles jovens da primeira geração. Ele queria fazer daquele lugar um lugar de grandes peregrinações e que as pessoas que ali chegassem para rezar sentissem como se estivessem no Tabor: “Aqui é bom estar.”

 

 Sobre a tradição das visitas ao lar: Inúmeras réplicas da capelinha de Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schoenstatt percorrem as casas dos fiéis e existem milhares relatos de graças alcançadas por quem a recebe em casa ou peregrina aos santuários de Nossa Senhora de Schoenstatt espalhados pelo mundo. A Mãe e Rainha concede para aqueles que a visitam nos santuários a tríplice graça: a graça da transformação interior, a graça do abrigo espiritual, e a da fecundidade apostólica.

 

Oração à Mãe e Rainha: “Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável. Mostra-Te Mãe na minha vida. Toma-me nos Teus braços, toda vez que sou frágil. Mostra-Te Rainha e faz do meu coração o Teu trono. Reina em tudo o que eu fizer. Eu Te corôo como Rainha dos meus empreendimentos, dos meus sonhos e dos meus esforços. Mostra-Te vencedora no meu dia a dia, esmagando a cabeça da serpente do mau, nas tentações que me afligem. Vence em mim o egoísmo, a falta de perdão, a impaciência, a falta de fé, de esperança e de amor. Tu és Três Vezes Admirável. Eu sou mil vezes miserável. Converte-me Mãe, para a glória de Teu Filho Jesus. Amém.

 

Fonte: Adaptado de Mãe Peregrina.Org e Cruz Terra Santa.